Skip to content

10 principais venenos para cães

venenos para cães

A cada ano, ocorrem muitos casos de envenenamentos de animais de estimação, inclusive de cães, em todo o mundo. Muitos deles são causados ​​por substâncias caseiras que podem parecer perfeitamente inofensivas, mas que não são. 

O que acontece na maioria das vezes, é que essas substâncias são seguras para os humanos, mas só porque algo é seguro para as pessoas não significa que não fará mal aos animais de estimação. 

Alguns dos venenos mais perigosos para cães são os alimentos e medicamentos que tomamos diariamente, como você vai ver no texto.

Dependendo de como uma determinada substância afeta o corpo do animal e de quanto foi ingerido ou inalado, os sintomas causados pelos venenos para cães podem incluir problemas gastrointestinais e neurológicos, problemas cardíacos e respiratórios, coma e até morte.

Para que você não tenha a tristeza de passar por isso, veja a seguir quais são os principais venenos para cães.

Medicamentos de venda livre 

Este grupo contém acetaminofeno (Tylenol), ibuprofeno e naproxeno (Advil, Aleve ), bem como produtos fitoterápicos e nutracêuticos.

Medicamentos de prescrição para humanos

Drogas que podem ser benéficas ou até mesmo salvar vidas de pessoas podem ter o efeito oposto em animais de estimação. E nem sempre é preciso uma grande dose para causar grandes danos.

Alguns dos medicamentos mais comuns e prejudiciais que são venenos para cães incluem:

  •  Os medicamentos antiinflamatórios e analgésicos prescritos podem causar úlceras estomacais e intestinais ou insuficiência renal;
  •  Os antidepressivos podem causar vômitos e, em casos mais graves, síndrome da serotonina – uma condição perigosa que aumenta a temperatura, a frequência cardíaca e a pressão arterial, e pode causar convulsões .
  •  Medicamentos para pressão arterial.

Comida para humanos

Seu cão pode parecer tão fofo sentado ali, implorando por uma mordida do seu bolo de chocolate ou uma lasca coberta de guacamole, mas não dar o que eles querem pode salvar suas vidas. 

É importante lembrar que animais têm metabolismos diferentes do das pessoas. Alguns alimentos, como cebola e alho, bem como bebidas que são perfeitamente seguras para as pessoas, podem ser perigosos e, às vezes, fatais para os cães.

Vamos lá conhecer alguns desses alimentos, ou melhor, venenos para cães:

  •  Álcool: os sintomas de intoxicação por álcool em animais são semelhantes aos das pessoas e podem incluir vômitos, problemas respiratórios, coma e, em casos graves, morte.
  •  Abacate: você pode considerá-los saudáveis, mas os abacates têm uma substância chamada persin, que pode atuar como um veneno para cães, causando vômito e diarreia .
  •  Nozes de macadâmia: os cães podem sofrer de uma série de sintomas, incluindo fraqueza, superaquecimento e vômitos, após o consumo de nozes de macadâmia.
  •  Uvas e passas: Os especialistas não têm certeza do porquê, mas essas frutas podem induzir a insuficiência renal em cães. Mesmo um pequeno número pode causar problemas.
  •  Xilitol: este adoçante é encontrado em muitos produtos, incluindo chicletes e doces sem açúcar. Causa uma queda rápida do açúcar no sangue, resultando em fraqueza e convulsões. A insuficiência hepática também foi relatada em alguns cães.

Outros alimentos que você deve manter longe de seu animal de estimação incluem tomates, cogumelos e a maioria das sementes e nozes.

Chocolate  

Embora não sejam prejudiciais às pessoas, os   produtos de chocolate contêm uma substância chamada metilxantina, que pode causar  vômitos em pequenas doses e morte se ingeridos em grandes quantidades. 

O chocolate  mais escuro  contém mais dessas substâncias perigosas do que o chocolate branco ou de leite. A quantidade de chocolate que pode resultar em morte depende do tipo de chocolate e do tamanho do cão. 

Para raças menores, um pouco de chocolate pode ser fatal, enquanto um cão maior pode sobreviver comendo um pouco mais, embora não seja possível saber quanto será, de fato, fatal. O café e a  cafeína  também contêm produtos químicos igualmente perigosos. Por isso, vale a mesma restrição.

Produtos veterinários

Inclui medicamentos, bem como tratamentos contra pulgas e carrapatos. Assim como podemos ficar doentes ou mortos por medicamentos destinados a nos ajudar, casos de envenenamento por medicamentos veterinários não são incomuns. 

Alguns dos medicamentos problemáticos relatados com mais frequência incluem analgésicos e vermífugos. Você pode pensar que você está fazendo ao seu cão um favor quando você aplicar produtos comercializados para combater pulgas e carrapatos, mas milhares de animais são acidentalmente envenenado por estes produtos todo ano. 

Podem ocorrer problemas se os cães ingerirem acidentalmente esses produtos ou se cães pequenos receberem quantidades excessivas. Por isso, sempre converse com seu veterinário sobre produtos OTC seguros.

Produtos domésticos e de limpeza

Assim como produtos de limpeza como alvejantes podem envenenar as pessoas, eles também são uma das principais causas de envenenamento por animais de estimação, resultando em problemas estomacais e do trato respiratório. 

Não surpreendentemente, os produtos químicos contidos no anticongelante, diluente e produtos químicos para piscinas também podem agir como veneno para cães. Os sintomas de envenenamento por animais de estimação que podem produzir incluem dor de estômago, depressão, queimaduras químicas, insuficiência renal e morte.

Rodenticidas

Infelizmente, muitas iscas usadas para atrair e matar roedores também podem parecer saborosas para nossos animais de estimação. Se ingeridos por cães, podem causar problemas graves. 

Os sintomas dependem da natureza do veneno e os sinais podem demorar vários dias após o consumo. Em alguns casos, o cão pode ter comido o roedor envenenado e não ter sido exposto diretamente à toxina.

Inseticidas

Outros venenos para cães são inseticidas e iscas para formigas podem ser venenos fáceis para seu cachorro e tão perigosos para ele quanto para os insetos.

Plantas

Elas podem ser bonitas, mas as plantas não são necessariamente boas para animais de estimação. Algumas das plantas mais tóxicas para os cães incluem:

  • Azáleas e rododendros. Essas lindas plantas com flores contêm toxinas que podem causar vômito, diarréia, coma e, potencialmente, até a morte.
  • Tulipas e narcisos. Os bulbos dessas plantas podem causar problemas estomacais graves , dificuldade para respirar e aumento da freqüência cardíaca.
  • Sagu-de-Jardim. Comer apenas algumas sementes pode ser suficiente para causar vômitos, convulsões e insuficiência hepática .

Produtos para gramado e jardim

Produtos para seu gramado e jardim podem ser tóxicos para animais de estimação que os ingerem.

O que fazer na suspeita de envenenamento

Se você acha que seu cachorro foi envenenado, tente ficar calmo. É importante agir com rapidez, mas de forma racional.

Primeiro, reúna qualquer veneno em potencial que permaneça – isso pode ser útil para o seu veterinário e qualquer especialista externo que auxilie no caso. Se o seu cão vomitou, colete a amostra para o veterinário ver.

Em seguida, tente manter seu animal de estimação calmo e ligue para seu veterinário ou para o Algum Centro de Controle de Venenos de Animais, caso tenha na sua cidade. E, claro, levo-o imediatamente após orientações.

Como proteger sua casa

A melhor maneira de reduzir as chances de seu cão ser vítima de envenenamento é evitando a exposição a substâncias perigosas. Aqui estão algumas sugestões.

Mantenha todos os medicamentos, mesmo aqueles em frascos à prova de crianças, em armários inacessíveis ao seu cão. Se você deixar cair inadvertidamente um comprimido no chão, certifique-se de procurá-lo imediatamente. 

Além disso, supervisione qualquer pessoa, como um idoso, que possa precisar de ajuda para tomar medicamentos.

Sempre siga as orientações sobre produtos para pulgas ou carrapatos.

Embora você possa dar com segurança alguns “alimentos humanos” ao seu cachorro, lembre-se de que alguns podem ser tóxicos. Se você tiver alguma dúvida sobre o que é seguro, pergunte ao seu veterinário ou simplesmente “não dê ao animal”. Por precaução, dê guloseimas feitas especificamente para animais.

Certifique-se de que os rodenticidas que você usa sejam mantidos em armários de metal ou em prateleiras onde seus animais de estimação não possam encontrá-los. Lembre-se de que cães podem ser fatalmente envenenados ao comer um roedor exposto, portanto, sempre tenha muito cuidado ao usar esses produtos. 

Avise seus vizinhos se você colocar isca para ratos, para que eles possam proteger seus animais de estimação da exposição, e peça-lhes que façam o mesmo por você.

Ao comprar plantas para sua casa, opte por aquelas que não causarão problemas se o seu cão as mordiscar. Se você optar por ter plantas tóxicas, certifique-se de mantê-las em um lugar onde seus animais não possam alcançá-las.

Armazene todos os produtos químicos e produtos de limpeza em áreas inacessíveis a animais de estimação. Assim você protege o cão, o gato e outros que tiver em casa.

Leia também: