Skip to content

Paracetamol é seguro para cães?

paracetamol é seguro para cães

Afinal, paracetamol é seguro para cães? É essa pergunta que queremos responder ao terminar este texto. Se você também tem esta dúvida, continue a leitura!

O paracetamol, ou Tylenol, é um medicamento de venda livre comum usado por humanos para aliviar a dor e a febre. 

Você pode ficar tentado a dar paracetamol para seu cão para a dor, pois ele está disponível sem prescrição médica. No entanto, esse medicamento pode ser tóxico para cães. 

Sendo assim, você nunca deve dar paracetamol para seu cachorro. Se você suspeita que ele precisa de alívio da dor ou está com febre, procure atendimento veterinário.

A seguir, veja porque você não pode dar parecetamol para seu cão.

O que o paracetamol faz?

O paracetamol é um medicamento não prescrito que alivia a dor leve a moderada e reduz a febre. O mecanismo de ação exato não é conhecido, mas a droga tem sido um analgésico e redutor de febre popular e eficaz para uso humano desde a década de 1950.

O paracetamol não está disponível em preparações veterinárias e não é a forma preferida de alívio da dor em cães.

Os cães podem tomar paracetamol?

A verdade é que o paracetamol pode ser altamente tóxico para os cães. Se você quer saber se o paracetamol é seguro para cães, a resposta é não, especialmente se for utilizado sem orientação veterinária.

Entretanto, pode haver casos em que o veterinário recomende dar paracetamol a seu cão. Nesse caso, é importante que você siga as recomendações doveterinário quanto à dosagem e administração.

Se o seu cão está com dor leve a moderada, o veterinário provavelmente irá prescrever um medicamento mais eficaz e seguro do que o paracetamol. 

Se você precisar encontrar um medicamento sem receita, o veterinário pode recomendar uma dose específica de aspirina infantil em vez de paracetamol. 

Também nunca dê ibuprofeno (Advil) ou naproxeno (Aleve) a cães. 

Além disso, fica o alerta: sempre consulte um veterinário antes de dar a seu cão qualquer medicamento, suplemento ou remédio à base de ervas. 

Nota: paracetamol nunca é seguro para gatos.

Efeitos colaterais do uso de paracetamol em cães

Os cães que recebem doses seguras de paracetamol podem ainda apresentar alguns efeitos adversos, como distúrbios gastrointestinais, problemas hepáticos e/ou renais e problemas relacionados ao sangue. 

Há pouca informação sobre os efeitos colaterais do uso terapêutico do paracetamol em cães, uma vez que não é uma forma preferida de tratamento da dor.

Toxicidade do paracetamol em cães

Na nossa pesquisa para saber se o paracetamol é seguro para cães, vimos que é importante verificar a toxidade deste medicamento para animais domésticos.

Como já foi dito, o paracetamol é geralmente considerado tóxico para cães. Mas, apenas em doses de cerca de 100-150 mg por quilograma (45-68 mg por libra).

No entanto, alguns cães são mais sensíveis e apresentam efeitos tóxicos em doses mais baixas. Além disso, a ingestão frequente de paracetamol pode tornar os cães mais suscetíveis à toxicidade.

A toxicidade do paracetamol causa danos ao fígado e também pode causar danos aos rins. Esse dano cria muitas complicações graves no corpo e pode levar à morte.

Os sinais de toxicidade do paracetamol geralmente aparecem cerca de uma a quatro horas após a ingestão e tendem a piorar gradualmente se não forem tratados. São eles:

  • Letargia;
  • Depressão;
  • Perda de apetite;
  • Náusea;
  • Salivação excessiva;
  • Vômito;
  • Diarréia;
  • Membranas e mucosas de cor acastanhada;
  • Membranas e mucosas de cor cinza-azulada (cianose);
  • Respiração rápida ou difícil;
  • Urina de cor escura (pode parecer marrom ou marrom avermelhado);
  • Inchaço da face e/ou extremidades;
  • Tremores;
  • Colapso;
  • Morte súbita.

O que fazer se seu cão tomar muito paracetamol?

Se você sabe que seu cão ingeriu uma quantidade tóxica de paracetamol, entre em contato com o veterinário imediatamente. 

O veterinário pode recomendar que você induza o vômito em casa ou que você leve seu cão para induzir o vômito sob supervisão veterinária. Não tente induzir o vômito em casa, a menos que o veterinário recomende e forneça instruções.

Se já se passaram 30 minutos ou mais desde que seu cão comeu paracetamol, é improvável que o vômito seja suficiente. 

Geralmente, o cão precisará de tratamento veterinário para a toxicidade do paracetamol e o veterinário pode precisar dar a ele carvão ativado para absorver toxinas no trato gastrointestinal. 

Um medicamento chamado N-acetilcisteína é considerado um tipo de antídoto e pode ser administrado, se disponível. 

Fluidos intravenosos e vários medicamentos podem ser necessários para cuidados de suporte. Em casos graves, o veterinário pode recomendar um encaminhamento a um especialista veterinário em medicina interna.

O prognóstico da toxicidade do paracetamol em cães varia de caso para caso. Como é o caso da maioria das toxinas, quanto mais cedo o cão for tratado, maiores serão as chances de recuperação.

E então, ficou claro porque o paracetamol não é seguro para cães e a importância de consultar o médico veterinário sobre a administração de medicamentos de uso livre?

Se você achou este artigo importante, compartilhe com outras pessoas. E aproveite para ler também: Pode dar paracetamol para cachorro?