Skip to content

Cachorro pode comer cebola? Descubra!

cachorro pode comer cebola

Cebola e cebolinha são alimentos básicos em pratos saborosos em todo o país. Quer prefira cebolas torradas, cruas ou caramelizadas, elas podem trazer uma variedade de sabores para a sua cozinha. 

Além de fazer alguém ficar com os olhos marejados ao picar, a cebola é um vegetal seguro para a maioria das pessoas. Infelizmente, o mesmo não pode ser dito para nossos cães.

Todos os membros da família allium de raízes vegetais, que inclui cebola, cebolinha, alho-poró, chalota e alho são tóxicos para os cachorros. 

Sim, até o alho, um alimento básico comum na despensa das cozinhas em todo o mundo, é considerado tóxico para os cães. 

Isso é alarmante, considerando que o alho, que às vezes é usado em tratamentos contra pulgas “naturais”, é na verdade o membro mais tóxico da família allium.

Então, de forma curta e direta, a resposta para a pergunta “cachorro pode comer cebola” é não. Mas, veja neste artigo porque de fato as cebolas, assim como esses outros vegetais são tóxicos para cães.

Por que as cebolas são tóxicas para os cães?

Todas as plantas da família allium, incluindo a cebola, contêm um composto químico chamado dissulfeto de N-propila. Esse composto é o que torna esses vegetais tóxicos para os cães. Na verdade, ele tem um impacto específico nos glóbulos vermelhos do cachorro.

O dano que o dissulfeto de N-propila causa é, na verdade, duplo. Primeiro, ele se liga às moléculas de oxigênio no sistema circulatório do cão, dificultando assim a capacidade dos glóbulos vermelhos dele de reter o oxigênio para o transporte. 

A segunda coisa que essa molécula faz é enganar o sistema imunológico do cachorro, fazendo-o acreditar que seus próprios glóbulos vermelhos são invasores estranhos. 

Leia também:  5 Melhores rações para filhotes em 2020

O sistema imunológico, apenas tentando fazer o que deveria, começa a destruir os glóbulos vermelhos do animal, usando um processo chamado hemólise. Isso, por sua vez, causa um tipo de anemia chamada anemia hemolítica.

Quais partes da cebola são tóxicas para os cães?

Cachorro pode comer cebola? Você já sabe que não. Mas, qual o motivo? Quão tóxica ela é para os cães?

Todas as partes de uma cebola contêm o composto dissulfeto de N-propila, de modo que toda a cebola é tóxica para os cães. 

Isso inclui a polpa, as folhas, o suco e o pó. Cebola em pó é especialmente nefasta, pois é muito usada em várias receitas, alimentos preparados e até mesmo em caldos comerciais e é essencialmente concentrado de cebola.

Quanto a cebola é tóxica para os cães?

Surpreendentemente, o cão não precisa consumir uma quantidade exorbitante de cebola para atingir níveis tóxicos. 

Comer apenas meio por cento de seu peso corporal em cebola pode ser tóxico. Isso é especialmente problemático se o seu cão for do tipo “micro cães” , ou seja, particularmente pequenos.

O cão também não precisa comer uma quantidade tóxica de uma só vez. O dissulfeto de N-propila pode se acumular no organismo do animal com o tempo, então uma cebola aqui e um pouco de alho ali podem realmente se acumular.

Sintomas de toxicidade da cebola

Se seu cão comer cebola (ou em qualquer outro vegetal allium) e ficar anêmico por causa de seus efeitos, você começará a ver sinais reveladores dessa condição.

Os sinais clínicos de toxicidade da cebola podem incluir qualquer um dos seguintes:

  • letargia;
  • fraqueza;
  • apetite diminuído;
  • gengivas pálidas;
  • desmaio;
  • marcha descoordenada;
  • urina tingida de vermelho;
  • vômito;
  • frequência cardíaca rápida;
  • respiração ofegante.

Se você ver algum desses sinais, leve seu cão ao veterinário imediatamente.

Claro, a cebola também pode causar uma variedade de sinais gastrointestinais. Isso pode incluir vômito, diarreia e dor abdominal.

Se o cachorro comer cebolas, ou qualquer outro membro da família allium, você poderá ver os sintomas imediatamente. Infelizmente, os sintomas mais graves indicativos de anemia podem demorar alguns dias.

Leia também:  Cachorro pode comer melão? Descubra!

Parece haver algumas raças de cães que são mais sensíveis ao sintoma de anemia do que outras. Também há pesquisas que mostram que certas raças com uma condição hereditária específica podem ser mais sensíveis à anemia e, portanto, à toxicidade da cebola. 

Tratamento da toxicidade da cebola em cães

Ao chegar ao hospital veterinário, e dependendo de quando o cão comeu as cebolas, o veterinário pode administrar um medicamento para induzir o vômito

Depois que o cachorroo vomitar toda a cebola no estômago, o veterinário dará a ele um medicamento para parar o vômito e, em seguida, um pouco de carvão ativado para ligar e neutralizar qualquer matéria restante da cebola no trato gastrointestinal do cão.

Eles também farão exames de sangue para verificar a contagem de glóbulos vermelhos do seu cão, bem como o funcionamento de seus órgãos. 

Dependendo da gravidade da anemia do cão, eles podem exigir hospitalização, terapia com fluidos por meio de um cateter intravenoso e, se suficientemente grave, uma transfusão de sangue.

A anemia que a toxicidade da cebola causa pode ser fatal em cães se não for tratada imediatamente, portanto, procure tratamento médico veterinário ao primeiro sinal da doença.

Alternativas de vegetais seguros

Nem todos os vegetais são inseguros para os cães comerem. Existem muitas alternativas saudáveis ​​para a cebola e outros vegetais de raiz de alho. 

Feijão verde, cenoura e pepino são apenas alguns exemplos de vegetais seguros para seu melhor amigo comer. Veja neste artigo, quais são eles e oferece ao seu amiguinho com segurança.

Agora que você tirou a dúvida se cachorro pode comer cebola, que tal complementar esta leitura,lendo o artigo: Quais vegetais os cães podem comer?