Um guia completo sobre probióticos para cães

0
(0)

Nem todas as bactérias são criadas igualmente. Enquanto alguns tipos de bactérias podem fazer seu cão adoecer, outros tipos de bactérias são realmente essenciais para a saúde do seu animal. As bactérias benéficas são conhecidas como probióticos. 

São bactérias que vivem naturalmente no corpo do seu cão, ajudando a estimular o sistema imunológico, auxiliando na digestão e produzindo certas vitaminas e nutrientes. 

Saiba mais sobre probióticos para cães e converse com seu veterinário para ver como eles podem ajudar seu animal de estimação.

O que são probióticos para cães?

A palavra probióticos significa literalmente “promoção da vida”. Refere-se a uma classe de bactérias que muitas vezes vivem naturalmente dentro dos animais e que desempenham um papel na melhoria ou manutenção da saúde. Outros tipos de microrganismos, como leveduras, também podem ser probióticos.

Assim como diferentes tipos de microrganismos podem causar diferentes tipos de doenças, diferentes tipos de probióticos têm diferentes efeitos positivos no corpo de um cão. 

Os probióticos para cães geralmente são os mesmos que as bactérias que vivem naturalmente em seus sistemas digestivos. Algumas dessas bactérias incluem:

  • Bifidobacterium animalis;
  • Bifidobacterium breve;
  • Bifidobacterium lactis;
  • Enterococcus faecium;
  • Lactobacillus acidophilus;
  • Lactobacillus casei.

Cada tipo de bactéria benéfica desempenha um papel distinto e tem efeitos específicos na saúde do cachorro. Um veterinário pode ajudá-lo a escolher a cepa certa de bactérias boas para dar ao cão, com base em seu histórico médico e de saúde.

Como os probióticos podem ajudar o cão?

Se o cachorro tem tendência a problemas digestivos, como gases e diarreia, dar probióticos pode ajudar. Certas cepas de bactérias, como Lactobacillus acidophilus e Bifidobacterium animalis, podem reduzir a diarreia em cães ou melhorar a qualidade das fezes.

Além de ajudar a melhorar a digestão, os probióticos também podem ajudar a melhorar seu humor, melhorar a aparência do pelo e da pele e reduzir o mau hálito.

Os probióticos também podem ajudar o animal a se recuperar após o uso de antibióticos ou outros medicamentos. Quando um cão toma antibióticos para tratar uma infecção bacteriana, o remédio geralmente mata todos os tipos de bactérias – boas e más – em seu sistema. 

Como resultado, alguns desenvolvem diarreia e outros problemas gastrointestinais quando tomam medicamentos. Os probióticos podem ajudar a restaurar as bactérias intestinais positivas e reduzir os efeitos colaterais desagradáveis ​​dos medicamentos.

Tipos de probióticos para cães

Os probióticos estão disponíveis em uma variedade de formas e formulações. Alguns são cápsulas ou comprimidos que você dá ao seu cão, enquanto outros são na forma de guloseimas mastigáveis. Pós probióticos também estão disponíveis. Além disso, alguns tipos de comida de cachorro contêm probióticos.

O tipo de probiótico que funciona melhor para seu cão depende de sua personalidade e tamanho. Algumas pessoas acham fácil dar a seu animal de estimação uma cápsula ou comprimido, enquanto outros têm cães que absolutamente não tomam comprimidos. A dosagem de uma pílula probiótica pode não ser adequada para cães maiores.

Mastigar probióticos pode ser o mais atraente para os cães, pois são bactérias essencialmente saudáveis ​​em forma de tratamento. Mas o número de probióticos em uma guloseima pode não ser substancial o suficiente para fornecer muitos benefícios ao cachorro.

Você pode misturar pós probióticos com a comida do cão para que seja mais fácil para eles obterem a dose certa. Embora os pós tenham seus benefícios, algumas pessoas acham difícil medir a quantidade correta e misturá-la aos alimentos.

O iogurte também é uma fonte de probióticos. Você pode dar ao seu cão uma pequena quantidade de iogurte com as refeições para aumentar os níveis de bactérias benéficas no intestino. 

Como nem todos os tipos de iogurte contêm probióticos e como nem todos os tipos de iogurte são adequados para cães, é uma boa ideia verificar com o veterinário antes de começar a alimentá-los com iogurte. 

Como escolher os probióticos

Dependendo de quanto tempo o cão é membro de sua família, você pode estar muito familiarizado com seus gostos e preferências. Conhecer essas preferências pode ajudá-lo a escolher o probiótico certo para administrá-las. 

Por exemplo, se o seu cão se recusa a tomar comprimidos, então você sabe que uma cápsula probiótica provavelmente está fora de questão.

Outra coisa a considerar ao escolher o probiótico certo é o tipo de bactéria benéfica que ele contém. Idealmente, a embalagem listará as cepas de bactérias encontradas no probiótico e incluirá uma descrição dos benefícios relatados dessas cepas. 

É importante lembrar que podem ser necessárias algumas tentativas e erros quando se trata de escolher o tipo certo para o seu cão. Se você tentar uma fórmula probiótica e não ajudar, outra pode funcionar bem. No entanto, sempre converse com o veterinário do seu cão antes de tentar um novo tipo de probiótico.

Uma última coisa a lembrar ao escolher um probiótico para seu animal de estimação: certifique-se de que o probiótico realmente contém bactérias vivas. A embalagem deve indicar quantas bactérias ainda estarão vivas ao final da vida útil do produto. 

Alguns produtos afirmam quantas bactérias estavam vivas no início, mas há uma chance de que os microorganismos morram enquanto o probiótico fica na prateleira de uma loja. Além disso, procure a data de validade ou de uso para se certificar de que o probiótico ainda será viável.

Quando você levar o probiótico para casa, certifique-se de armazená-lo adequadamente. Normalmente, os probióticos devem ser mantidos resfriados para que as bactérias não morram. A geladeira pode ser o melhor lugar para guardar os suplementos probióticos do seu animal de estimação.

Quando administrar probióticos ao seu cão

Os probióticos para cães podem ser úteis em circunstâncias específicas. Por exemplo, se seu animal de estimação tende a ter problemas gastrointestinais quando está estressado, administrar probióticos durante períodos estressantes pode ajudar a reduzir seus problemas digestivos. 

Momentos estressantes podem incluir momentos em que seu cão precisa ser alojado, quando ele vai para a creche ou se tem uma visita ao veterinário chegando.

Você também pode dar probióticos se sua dieta mudou recentemente e ele parece estar lutando para se ajustar a isso. Alguns donos de animais dão probióticos a seus cães juntamente com antibióticos ou outros medicamentos.

Se você não tem certeza se os probióticos vão ajudar seu cão ou não, ou se gostaria de orientação para escolher o tipo de probiótico que trará mais benefícios, é sempre indicado conversar com o veterinário, pois ele tem o conhecimento adequado para isso.

O que você achou do artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Compartilhe esta postagem:
0Shares

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.