Tudo sobre a raça Pug

Informações Gerais

O Pug é um cachorro sensível e cheio de ternura. Com sua cabeça redonda e olhos expressivos, está sempre por perto com seu jeito carinhoso. À sua maneira, é um cão muito bonito, com suas expressões e ruginhas espalhadas pelo corpo. 

Por ser muito amigável, é adorado por todos, principalmente pelas crianças. Outra característica dele é o fato de se dar muito bem com outros animais, inclusive os gatos. 

Como são muito apegados aos humanos, os Pug sentem-se extremamente felizes em fazer parte da família! Adoram abraços, carinhos e alguns deles amam colo. 

Quando dorme, são famosos os barulhinhos e roncos, que são causados pelo fato de serem cães braquicefálicos, ou seja, popularmente conhecido como “focinho achatado”.

Eles têm rugas profundas e distintas em seus rostos. Diz a lenda que os chineses, que dominaram a criação deste cão, valorizaram essas rugas porque pareciam símbolos de boa sorte em seu idioma. 

Em termos de personalidade, os Pugs são felizes, afetuosos, leais, charmosos, brincalhões e travessos. Eles são muito inteligentes, no entanto, podem ser desobedientes, o que torna o treinamento desafiador.

Embora possam ser bons vigilantes, não são propensos a latir e isso, com certeza, seus vizinhos vão apreciar bastante. Quanto à socialização, se forem bem treinados e socializados, convivem bem com outros animais e crianças. 

Os pugs têm uma pelagem curta e dupla e são conhecidos pela frequente queda de pelo. Se você mora com um Pug, é uma boa ideia investir em um aspirador de qualidade!

Condição Física

O Pug é o que podemos chamar de cão robusto devido à sua aparência compacta e atarrancada. A cabeça é proporcional ao corpo, o que lhe confere um aspecto largo. 

O crânio não tem sulcos e a presença de rugas em todo o corpo (principalmente na face) é sua marca registrada. O focinho é curto, truncado, quadrado e não arrebitado. 

Os olhos são escuros, grandes, redondos e com expressão de docura e afeto. Quem tem Pug sabe como esses olhos podem ser expressivos!  As orelhas são semelhantes a “veludo”. São pequenas, finas e macias. Podem ser tanto no formato botão quanto no formato de rosa.

Quanto ao pescoço, Pugs apresentam-no em aspecto forte, grosso e com a estrutura necessária para portar a cabeça. O tronco é curto e compacto e o dorso é largo, com linha superior plana. 

Por fim, não podia deixar de falar da cauda, inseridade em posição alta, firmemente enrolada sobre o quadrinho. Pug exibem a causa quase sempre enrolada, assim como um caracol.

Personalidade

O Pug é um cão de temperamento estável. Por esse motivo, é considerado um ótimo cachorro de companhia e para viver em apartamento. Mesmo depois de tanto tempo, quando eram os cães da nobreza, os Pugs se mantiveram amigáveis, fiéis e cheios de amor para dar. A dedicação aos donos é um ponto forte desta raça, além de ser de temperamento calmo e dócio.

Os Pugs adoram dormir e não são muito fãs de atividades físicas. Preferem os carinhos e mimos dos donos, sempre redeados de conforto. Como já foi dito, é perfeito para quem mora em apartamento, pois não exige muito espaço e não são de latir muito.

Não espere que um Pug características de um cão de guarda. Os cães dessa raça foram criados para serem companheiros, e é exatamente isso que eles fazem melhor. O Pug anseia por carinho – e pelo seu colo – e fica muito infeliz se a devoção dele não for correspondida.

Ele tende a ser um cão sedentário, satisfeito em sentar no colo do dono enquanto ele lê um livro ou assiste a um filme. Além disso, ele é um cão brincalhão e cômico que gosta de viver isso e encanta todo mundo, principalmente os donos.

Características

ADAPTABILIDADE
TENDÊNCIA PARA LATIR
BOM PARA APARTAMENTO
NÍVEL DE AFEIÇÃO
EXERCÍCIOS
INTELIGÊNCIA
FÁCIL TREINAR
AMIGÁVEL COM CRIANÇAS
AMIGÁVEL COM GATOS
QUEDA DE PELO
GOSTA DE BRINCAR
TOSA
TOLERÂNCIA AO FRIO
TOLERÂNCIA AO CALOR
CÃO DE GUARDA
AMIGÁVEL COM GATOS
ESPAÇOSO
PROBLEMAS DE SAÚDE
AMIGÁVEL COM CÃES
TERRITORIALISTA
REQUER ATENÇÃO

História do Pug

ANCESTRAIS

Existem teorias que afirmam que o Pug é descendente do Pequinês de pelo curto; outra teoria sugere que ele seja fruto do cruzamento entre Buldogues pequenos ou a miniatura do Dogue de Bordéus.

ORIGEM

Considerada uma das raças mais antigas do mundo, os Pugs remotam à China antiga, em meados de 700 a.C. Nesta época (a mesma de confúncio), eram conhecidos como Lo-Sze. Na europa, era considerado cão da nobreza.

RECONHECIMENTO

Queridos em diversos países do mundo, eles eram reconhecidos por diversos nomes. Na Alemanha recebeu o nome de Mops; na França, Carlin; na Itália, Caganlino; e na Espanha, Dogullo.

Cuidados e bem-estar

Os cuidados com um Pug são de fácil manutenção. O pelo dele é bastante fácil de cuidar. Como eles são conhecidos pelo excesso de queda de pelos, é bom escová-lo para remover os pelos mortos. Uma escova suave é suficiente para o trabalho.

As famosas rugas do rosto do Pug também precisam de cuidados, principalmente a ruga maior, que fica acima no nariz. Ela acumula muita sujeira, principalmente durante o calor. Utilize uma esopnja umedecida com produtos indicados para cães e limpe diariamente ou semanalmente. Assim, você mantém seu Pug livre de odores e infecções. 

Quanto ao banho, a frequência deve ser de acordo com a necessidade. Isso vai depender muito da temperatura do local. De qualquer modo, peça orientação ao veterinário sobre a frequência e qual shampoo utilizar.

As unhas devem ser aparadas quinzenalmente e não esqueça de higienizar os dentes também. Há produtos aprovados por veterinários e desenvolvidos especialmente para a limpeza dos dentes dos cães. Além de evitar tártaro, mantém o hálito fresco.

É sempre bom lembrar que o Pug tolera pouco o calor. Então, evite atividades físicas em dias mais quentes, pois ele corre o risco de ter hipertermia.

Como são bastante propensos à obesidade, mantenha uma alimentação equilibrada e jamais caia na tentação de ceder aos apelos dos seus olhos pidões. Uma boa ideia é utilizar ração própria para Pug e na quantidade indicada para a idade e peso dele.

O Pug tem fama de ter muitos problemas de saúde, mas não se engane: todos os cães têm potencial de desenvolver problemas de saúde genético. O mesmo acontece com humanos. Então, não é possível garantir 100% de saúde ao adquirir um cachorro de qualquer raça. 

No entanto, há problemas de saúde comuns a determinadas raças. No caso do Pug, as doenças a que têm predisposição são:

  • Doença dos olhos secos;
  • Luxação patelar;
  • Hipertermia;
  • Dermatites;
  • Problemas cardiorrespiratórios.

Curiosidades sobre Pug

  • A esposa de Napoleão Bonaparte, Josephine, teve um Pug chamado “Fortune” que foi usado para enviar mensagens secretas a Napoleão, quando sua tutora foi parar na prisão. As mensagens secretas eram colocados sob a coleira do cão e entregues ao seu marido.
  • Admiradores e tutores famosos de Pugs: Jéssica Alba, Rainha Victória, Robin Willians, Reis Louis XIV, Paris Hilton, Brix Smith, Hugh Laurie, Dave Ramsey, Imperatriz Josephine.
  • Apesar do pelo curto, Pug solta muito pelo.
  • Pug ronca e faz diversos barulhos engraçados em decorrência do seu rosto “amassado”.
  • Pugs estiveram presentes em diversos filmes, como: MIB (Homens de Preto), Hotel bom pra cachorro, Pocahontas e as Aventuras de Chatran.
  • Parece muito estranho, mas os olhos do Pug podem sair acidentalmente, como ao puxar a guia com força. A condição é conhecida como exoftalmia e é comumente encontrada em cães de nariz curto devido à órbita rasa.
  • A raça ganhou esse nome pela semelhança facial com um macaco marmoset de nome Pug.
Compartilhe esta postagem:
12Shares