Skip to content

Seresto, Scalibor e Leevre: qual melhor?

Seresto, Scalibor ou Leevre

As coleiras antiparasitárias também são grandes aliadas dos donos de cachorro, por isso, hoje vamos analisar a Seresto, a Scalibor e a Leevre. Qual será a melhor para o cão? Quais os benefícios, indicações e possíveis contraindicações de cada uma?

É o que você vai ler neste artigo. Acompanhe!

Índice

Coleira Seresto

OFERTA
Coleira Antipulgas e Carrapatos Bayer Seresto - Cães Acima de 8 Kg Bayer para Cães
1,595 Avaliações
Coleira Antipulgas e Carrapatos Bayer Seresto - Cães Acima de 8 Kg Bayer para Cães
  • A coleira Seresto oferece longa proteção, mantendo seu pet protegido por até 8 meses contra a ação de carrapatos e pulgas. Seresto não possui cheiro, não solta pó e é resistente à água. A coleira Seresto se distribui pela pele, pelos e camada lipídica e age por contato, evitando que parasitas piquem seu pet. A coleira Seresto tem as apresentações P e G, com indicação para gatos e cães de até 8 kg e cães acima de 8 kg. Recomendada para cães a partir de 7 semanas e gatos a partir de 10 semanas de idade. Garanta 8 meses de brincadeiras com a coleira antipulgas e anticarrapatos Seresto.
  • Princípio ativo: Imidacloprida e Flumetrina
  • Coleira antipulgas e carrapatos Seresto para cães acima de 8kg

Clique em “Ver Preços” para pesquisar a Coleira Seresto de acordo com o seu cão.

Fabricada pela Elanco, a coleira Seresto é uma das mais conhecidas no segmento. Sua função é proteger o cão (e também gatos) contra carrapatos e pulgas.

A Seresto possui dois ingredientes ativos – imidacloprida e a flumetrina – que atuam no combate a esses parasitas.

Como funciona a coleira Seresto?

A coleira Seresto é bem avaliada pelos usuários no controle de parasitas. Mas, cabe observar que para prevenir a ação de ectoparasitas é necessário também o controle ambiental.

Como a maioria dos parasitas estão no “ambiente”, é necessário utilizar produtos específicos para o ambiente, juntamente com a coleira.

Infelizmente, os produtos utilizados para a desinfecção ambiental são tóxicos para os animais. Então, ao utilizá-los, mantenha o animal fora do local. O tempo vai depender do produto, mas costuma ser de 4 a 24 horas.

Prós e contras da Seresto

A seguir, veja o que consideramos como prós e contras da Seresto.

Pontos positivos

  • Ação imediata;
  • Eficácia máxima de 24 horas para pulgas;
  • Efeito prolongado: 8 meses;
  • Baixo risco de reações adversas;
  • O parasita não pica o animal;
  • Eficácia máxima de 48 horas para carrapatos.

Pontos Negativos

  • Preço alto.

Quanto às contraindicações, a Seresto não pode:

  • Ser usada por cães com menos de 7 semanas;
  • Cadelas gestantes e lactantes

Leia nosso artigo completo: Coleira Seresto: o que é? Realmente funciona?

Coleira Scalibor

OFERTA
Scalibor Coleira Antiparasitária 65cm para Cães Scalibor para Cães, 65 cm,
  • Eficácia inseticida e repelente comprovada por estudos científicos
  • Não tem cheiro
  • Auxilia no controle de pulgas e carrapatos
  • Tecnologia exclusiva de liberação do ativo

Clique em “Ver Preços” para pesquisar a Coleira Scalibor de acordo com o seu cão.

Assim como a Seresto, a coleira Scalibor previne o aparecimento de pulgas e carrapatos. Fabricada pela MSD, ela é outra opções antiparasitária para os donos de cachorro que querem manter seus animais livres de doenças.

A Scalibor tem como princípio ativo a Deltametrina e é indicada somente para cães com mais de 6 semanas da idade. Ela tem eficácia imediata. Em 2 a 3 semanas, o princípio ativo espalha-se por todo o corpo do animal, protegendo-o.

Como a coleira Scalibor funciona?

A Scalibor funciona semelhante a outras coleiras. O princípio ativo espalha-se pelo corpo do animal, eliminando os parasitas. Geralmente, o efeito é prolongado e tem a vantagem de não precisar picar o animal para que ele morra.

Mas, como já dissemos, a desinfecção do ambiente é essencial para que o combate aos parasitas seja efetivo.

Prós e contras da Scalibor

A seguir, veja o que consideramos como prós e contras da Scalibor.

Pontos Positivos

  • O parasita não pica o animal;
  • Efeito prolongado – 6 meses;
  • Ação imediata;
  • Bom preço.

Pontos Negativos

  • Não pode ser usada em gatos;
  • Pode apresentar leves reações alérgicas.

As contraindicações para o uso da coleira Scalibor, são:

  • Gatos;
  • Cães com menos de 3 semanas;
  • Cadelas gestantes ou lactantes.

Saiba mais sobre este produto no artigo: “Coleira Scalibor: Indicações e Efeitos Colaterais

Coleira Leevre

OFERTA
Leevre 48Cm
694 Avaliações
Leevre 48Cm
  • Coleira ectoparasiticida à base de Deltametrina e Propoxur
  • Auxilia na prevenção e no controle do vetor da Leishmaniose e das infestações de carrapatos e pulgas em cães
  • Fabricado pela marca Ouro Fino
  • Número de modelo: Sem numero

Clique em “Ver Preços” para pesquisar a Coleira Leevre de acordo com o seu cão.

A coleira Leevre é mais uma opção antiparasitária disponível no mercado pet. Ela é produzida pela empresa Ouro Fino, que é especialista em medicamentos veterinário.

O princípio ativo da Leevre é a Deltametrina. Ela age conta pulgas e também contra carrapatos. A coleira Leevre tem ação imediata e sua eficácia máxima é de 24 horas para pulgas e 48 horas para carrapatos.

Como funciona a coleira Leevre?

A forma de ação da coleira Leevre é semelhante às demais. A presença do princípio ativo elimina os parasitas, fazendo com que não seja sequer necessário ele picar o animal.

Entretanto, a desinfecção do ambiente também se faz necessária, uma vez que pelo menos 95% dos parasitas estão no ambiente e não no cão.

Prós e contras da Leevre

A seguir, veja o que consideramos como prós e contras da Leevre.

Pontos Positivos

  • Efeito prolongado – 6 meses;
  • Eficácia máxima de 24 horas para pulgas e 48 horas para carrapatos;
  • Ação imediata;
  • Parasita não pica o animal;

Pontos Negativos

  • Custo elevado;
  • Não pode ser usada em gatos.

As contraindicações para o uso da coleira Leevre, são:

  • Gatos;
  • Cães com menos de 7 semanas;
  • Cadelas gestantes ou lactantes.

Seresto, Scalibor ou Leevre: qual escolher?

As três coleiras antiparasitárias apresentadas têm ação imediata, efeito relativamente prolongamento e, no geral, apresentam boa eficácia.

Alguns donos relatam reações alérgicas diante do uso da Scalibor e da Leevre, coisa que não acontece com a Seresto. Entretanto, as fabricantes alegam que cães com predisposição a alergias de pele deve consultar o veterinário antes de utilizar qualquer coleira antiparasitária.

Tanto a Seresto quanto as outras duas são eficazes, mas não dispensam a desinfecção ambiental, já que ela existe e é responsável por grande parte dos parasitas.

Mas, como a Seresto protege por mais tempo (8 meses) e apresenta o menor índice de reação alérgica, ela apresenta maior vantagem diante da Scalibor e da Leevre. No entanto, na hora de escolher devem ser levadas em conta questões específicas de cada animal e, claro, a opinião e indicação veterinária.

E então, já decidiu qual coleira vai usar? Seresto, Scalibor ou Leevre? Conta pra gente nos comentários!

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comments (10)

Uso a anos nos meus cachorros a coleira livree e eles se deram super bem com a coleira. Nunca apresentaram alergia e a eficácia é maravilhosa.

Responder

Coisa boa Beatriz! O meu cachorro, depois de 4 meses usando a scalibor, teve uma alergia feia!

Responder

Meu cachorro teve alergia a Seresto, mesmo lendo em vários lugares que a probabilidade é baixa, agora estou aguardando a recomendação da veterinária. Quero tentar outro como a Leevre

Responder

Olha, o meu cachorro usou a scalibor por uns 4 meses e só depois desse tempo apresentou alergia. Tive que tirar. Hoje dou apenas simparic pra ele.

Responder

Dou simparic TB, mas fico preocupada com a leshimaniose. Estou pesquisando coleiras, mesmo meu pequeno sendo vacinado não confio.

Responder

Olá Leila! Compreendo sua preocupação e é a mesma minha. Quando usei a Scalibor no meu cachorro e por quatro meses correu tudo bem, fiquei satisfeita porque conseguia afastar o risco de leshimaniose, carrapatos, pulgas.. enfim, pareceu a melhor opção. Mas, depois que ele apresentou alergia, fiquei com receio de tentar outra. Ainda mais que ele é um PUG,ou seja, raça propensa a tanta alergia. Então, ele se dá bem com Simparic e por enquanto sigo com esse medicamento.

Se você não usei ainda coleira, vale a pena tentar. A não ser que seu dog já tenha histórico de alergia. O ideal é, ao começar a usar, ficar de olho e, ao menor sinal de irritaçaõ, tirar a coleira. Não posso nem te dizer qual delas tem risco zero de apresentar alergia, pois isso depende muito do cão. A Seresto é a mais famosa e indicada pelos veterinários, mas já vi pessoas relatando reações. Enfim, se puder, conversa com o veterinário que costuma atender seu cachorro e vê o que ele acha. A Border Coille do meu vizinho usa seresto sem apresentar qualquer reação e já tem um bom tempo.

Abraços!

Responder

Puxa, tenho pesquisado muito sobre essas coleiras, pois vamos viajar com minha dog para a praia e estamos procurando protegê-la do mosquito palha (Leishmaniose) – ela já toma Bravecto para proteger de pulgas e carrapatos. E pelo que tenho lido, agora a Seresto é de outro fabricante (Elanco) e não protege do mosquito-palha.

Responder

Bom dia Fernanda!

Obrigada pelo seu comentário. Realmente, a Coleira Seresto agora é fabricada pela Elanco. Fizemos a atualização da informação. Quanto à proteção ao mosquito palha, no site do fabricante não consta a proteção ou não. Por esse motivo, vamos entrar em contato com eles para obter a informação, já que a Seresto protegia contra este mosquito. Não faz sentido que agora o produto não tenha essa função, que é um dos seus diferenciais.

Mais uma vez, obrigada pela sua contribuição.

Responder

Entrei em contato do a fabricante sobre a questão da recomendação de prevenção contra a leishimaniose, e a fabricante não recomenda mais o uso da coleira para este fim. O fato de antes “proteger” e hoje não, vem do estudo de que a coleira é eficaz contra o mosquito palha americano, porém não afasta o brasileiro, e como ainda não foi feito outro estudo, a marca retirou de suas embalagens a indicação de prevenção à leishimaniose

Responder

Olá Leonardo!

Obrigada pela informação. Realmente, é muito importante este posicionamento da marca e nós, que divulgamos essas informações, devemos retificar também o conteúdo.

Att.

Lidiane Franqui

Responder